ENG 🇬🇧
cannabis álcool

Português

Pacientes Canadenses que Utilizam a Cannabis Relatam Reduzões no Uso de Álcool

Pacientes Canadenses que Utilizam a Cannabis Relatam Reduzões no Uso de Álcool

✍ 23 enero, 2021 - 09:02

Existe uma relação entre o uso de cannabis medicinal e o uso de álcool?

Contenido relacionado: El Impacto de las Bebidas de Cannabis sobre las Bebidas Alcohólicas y el Abuso de Alcohol

Estima-se que até 107 milhões de pessoas em todo o mundo sofram de transtorno do uso de álcool. O transtorno por uso de álcool é classificado como uma pessoa que não consegue controlar sua taxa e frequência de consumo de álcool e que tem uma preocupação com o álcool.

A incapacidade da pessoa de controlar o consumo de álcool é baseada em um vício mental e físico. Os homens tendem a sofrer de transtorno de uso de álcool com mais freqüência do que as mulheres em nível internacional.

Estima-se que 70 por cento dos doentes em todo o mundo sejam homens.

O alcoolismo permeia todas as origens sociais e econômicas

A Organização Mundial de Saúde estima que 3 milhões de pessoas morrem por uso de álcool anualmente em todo o mundo e que o álcool é responsável por 1 em cada 20 mortes que ocorrem globalmente a cada ano.

A própria planta de cannabis, por outro lado, nunca matou ninguém na história da humanidade.Na verdade, os pesquisadores descobriram que a cannabis é 114 vezes mais segura do que o álcool.

Uso de cannabis para fins medicinais associado ao consumo reduzido de álcool

Uma equipe de pesquisadores do Instituto Canadense de Pesquisa sobre o Abuso de Substâncias e da Escola de Saúde Pública e Política Social da Universidade de Victoria realizou recentemente uma pesquisa para explorar qualquer relação potencial entre o uso de cannabis medicinal e o uso de álcool.

Os pesquisadores entrevistaram 1.000 pacientes de cannabis medicinal no Canadá, perguntando sobre suas taxas de consumo de álcool, entre outras coisas.

A equipe de pesquisadores descobriu que 44% dos participantes da pesquisa relataram uma diminuição na frequência com que consumiam álcool.

Contenido relacionado: ¿Es el Cannabis la Peor Pesadilla de la Industria del Alcohol?

Entre os indivíduos que relataram uma diminuição no consumo de álcool, 85 por cento declararam que reduziram o número de bebidas que consumiram a cada semana, e 18 por cento relataram que se abstiveram de consumir álcool durante todo o estudo de 30 dias.

“Nossas descobertas sugerem que o início da cannabis medicinal pode estar associado a reduções autorreferidas e à cessação do uso de álcool entre os pacientes de maconha medicinal. Como o álcool é a substância recreativa mais prevalente na América do Norte, e seu uso resulta em taxas significativas de criminalidade, morbidade e mortalidade, essas descobertas podem resultar em melhores resultados de saúde para pacientes de maconha medicinal, bem como melhorias gerais na saúde e segurança públicas, ”Concluíram os autores do estudo.

Faça a escolha mais segura

Se você sofre de transtorno de uso de álcool, ou se conhece alguém que sofra, você deve pesquisar a substituição do álcool por cannabis.

A planta da cannabis é exponencialmente mais segura do que o álcool e, no caso dos produtos com CBD, não há intoxicação, pois o CBD é um canabinóide não intoxicante.

Lutar com sucesso contra o vício do álcool não é fácil. Com isso dito, também não é viver todos os dias deixando o álcool determinar o caminho de alguém na vida.

Contenido relacionado: La Marihuana Podría Ayudar a Tratar Adicciones a las Drogas y el Alcohol

Se você sofre de alcoolismo e não consome cannabis, considere trocá-lo e fazer a escolha mais segura!

Vía Cannabis & Tech Today, adaptado ao Weederia

Foto por Pot Head Coffee vía Unsplash

¿Tienes ideas o comentarios? Puedes contactarnos en info@elplanteo.com

Síguenos en Instagram, Facebook y Twitter.


Todo el material compartido por ElPlanteo.com tiene fines únicamente periodísticos e informativos.

Cannabis & Tech Today

ACERCA DEL AUTOR

También puede interesarte

canopy growth
pinamar intendente
etoro opiniones
salud cannabis formación profesionales